Início Fotos Orkut TV Blog Fale Conosco Cadastre-se

sábado, 22 de dezembro de 2012

Rui Falcão afirma que "setores da mídia" são a verdadeira oposição.



O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou no início deste mês no Rio de Janeiro que "não dá para avançar no Brasil sem uma reforma do Estado que pegue a questão da mídia monopolizada e o Judiciário conservador". 

 A declaração foi feita no início deste mês durante encontro de prefeitos e vereadores petistas eleitos no estado. Segundo Falcão, a “oposição real é aquela que reúne grandes grupos que se opõem a um projeto de desenvolvimento independente, que se opõem ao avanço da revolução democrática e que têm, para vocalizar seus interesses, uma certa mídia que tem partido, tem lado, e que permanentemente investe contra nós”. 

Uma mulher da plateia interrompeu o discurso neste ponto. -“Porque são financiados por esses grupos”, disse ela. -“Era exatamente isso o que eu estava dizendo; obrigado, companheira . Não são DEM, PPS e PSDB; esta é a oposição partidária, que sofreu dura derrota no último pleito “, completou o petista. 

Depois da reunião, o presidente do PT comentou o envolvimento do partido com as acusações da operação Porto Seguro, da Polícia Federal. -“Lamentamos que alguém que estava em um posto de representação do governo federal possa ter dado margem a esse tipo de fatos que a imprensa vem revelando a partir da investigação da PF. O PT não convalida nenhuma política desse tipo. Ninguém mais do que os governos Lula e Dilma combateu mais corrupção e tráfico de influência, reforçando a CGU e reaparelhando a PF, que tinha sido desmontada pelos governos anteriores.” 

Falcão ainda disse que, se comprovadas as denúncias, o PT adotará medidas disciplinares previstas em seu estatuto e código de ética, inclusive a expulsão. O encontrou reuniu 11 prefeitos, 12 vices e 84 vereadores, além de membros das bancadas federal e estadual

Nenhum comentário:

Postar um comentário