Início Fotos Orkut TV Blog Fale Conosco Cadastre-se

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Videio Intimo da "Assessora Furacão" da CPI continua a causar alvoroços em Brasilia. Denise diz que entrara na justiça contra autor da divulgação.



O "vídeo íntimo" que vazou na web e está causando alvoroço em Brasília mostra que o próprio casal filmou o ato sexual. Nas cenas em que aparece fazendo sexo, a assessora parlamentar Denise Leitão Rocha dá a entender que a máquina fotográfica usada para a filmagem é dela. 

Logo no início do filme, o parceiro de Denise pergunta: 

-"Tá filmando"? 

 Ela confirma. 

 Nove segundos depois, ele repete para se certificar: - 

"Tá filmando mesmo?" 

E ela pede a máquina: 

 - "Deixa eu ver".

O vídeo tem duração de 2 minutos e 56 segundos e mostra todo o ato sexual entre eles, com close nas partes íntimas dos dois na maior parte do tempo. Além da enorme tatuagem de fênix na dorsal e outra acima da virilha de patinhas de cachorro - tattoos idênticas às que Denise exibe em fotos de biquíni -, as imagens mostram que ela tem um piercing no umbigo. 

Na cama de lençóis azul e verde, há ainda um crachá de trabalho. Na sequência, é possível ver também closes do rosto dos dois. 

"Assessora Furacão" diz que entrara na justiça contra autor do vazamento do vídeo - A assessora parlamentar Denise Leitão Rocha, funcionária do gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI), decidiu entrar de férias para evitar a polêmica em torno de um vídeo recheado de cenas picantes que vazou no Congresso e a teria como protagonista. 

Denise estava sempre presente na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cachoeira, já que Ciro Nogueira é membro da comissão. Ontem, ela afirmou a reportagem do jornal "EXTRA" que esta estudando uma forma de entrar na Justiça contra o autor do vazamento, mas não soube informar quem seria a pessoa. 

— "Não sei o que é esse vídeo. Não vi. Estou tomando medidas judiciais. É o meu trabalho" — justificou. 

Loura, bonita, dona de uma muitíssimo bem localizada tatuagem de fênix, Denise Leitão Rocha é o assunto do Congresso há uma semana, desde que o tórrido vídeo vazou misteriosamente, e passou por nove entre dez celulares e tablets do Senado Federal. 

Diante da polêmica em torno de seu nome, Denise saiu de férias e é tema proibido entre seus colegas. — "Eu trabalhei muito pouco com ela. Nossos horários eram diferentes, mal nos falávamos" — saiu pela tangente um colega. 

— "Parece que ela saiu de férias "— respondeu outro. 

De acordo com seus colegas, Denise mal parava no gabinete. Por ser contratada por regime especial de frequência, ela não é obrigada a bater ponto por lá. Nenhum deles soube explicar quais eram suas funções no Parlamento. 

— "Eu estou ali para advogar, não estou para palhaçada" — defendeu Denise, que tem registro na seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Nenhum comentário:

Postar um comentário