Início Fotos Orkut TV Blog Fale Conosco Cadastre-se

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Professores municipais do Rio receberão incentivo para fazer mestrado e doutorado.




Professores de colégios municipais do Rio receberão incentivo para continuar frequentando os bancos estudantis. Cem docentes da rede pública serão selecionados pela prefeitura para um programa de bolsas de estudo. Os educadores poderão ganhar até R$ 1,3 mil por mês para cursar mestrado ou doutorado. O valor do benefício deverá ser usado para cobrir as despesas referentes à dedicação a esses cursos.

O programa será gerenciado pela Escola de Formação do Professor Carioca Paulo Freire. A instituição está começando a funcionar este mês e tem o objetivo de promover a reciclagem desses profissionais. Para concorrer, é necessário que professor esteja há pelo menos cinco anos na rede municipal de educação. Além disso, ele precisa ter sido admitido como aluno regular num curso de mestrado ou doutorado. A pós-graduação deve ser correspondente ao cargo ocupado ou à área da educação.

Os professores não poderão estar respondendo a inquérito administrativo para ter acesso ao benefício. Outras exigências são que o docente não esteja em regime de função gratificada, não tenha cargo comissionado e nem seja detentor de outro emprego público. A princípio, o professor selecionado ficará afastado para dedicar-se só aos estudos.

O objetivo do programa de concessão de bolsas é avançar na capacitação dos professores. Segundo dados do IBGE de 2010, só pouco mais 11 mil profissionais da educação na cidade do Rio têm mestrado e cerca de 8 mil contam com um doutorado no currículo. No estado, esse número sobe para 18 mil e 11 mil, respectivamente. O dado refere-se tanto a educadores $rede privada como da rede pública. Para se ter uma ideia, apenas na rede pública de ensino do estado existem 116 mil professores. Na rede municipal da capital, são cerca de 41 mil professores enquanto que na rede estadual são aproximadamente 75 mil docentes.

O decreto ainda será regulamentado pela secretaria municipal de Educação. Somente a partir disso os professores poderão entrar com o pedido do benefício.


Nenhum comentário:

Postar um comentário