Início Fotos Orkut TV Blog Fale Conosco Cadastre-se

domingo, 11 de março de 2012

Tidos como "gays" e "adoradores do demônio" , jovens emos são mortos por milicias no Iraque.



Dezenas de jovens iraquianos integrantes de tribos urbanas de 'emos' vem sendo mortos nos últimos meses por milícias iraquianas que os consideram homossexuais e adoradores do demônio, segundo ativistas de defesa dos direitos humanos.

Embora ser homossexual não seja ilegal no Iraque, a prática é um tabu social e religioso. O termo "emo" é usado no ocidente para identificar jovens que usam roupas alternativas e gostam de escutar um tipo de rock marcado por letras emotivas e confessionais.

Alguns relatos afirmam que dezenas de adolescentes foram espancados até a morte ou mortos a tiros no mês passado. A maioria das vítimas era do sexo masculino.

A Comissão Internacional Gay e Lésbica de Direitos Humanos (International Gay and Lesbian Human Rights Commission) com sede em Nova York, afirma que cerca de 40 pessoas foram sequestradas, torturadas e mortas no Iraque, desde fevereiro, no que a entidade classifica de "nova onda de violência contra os gays".

Nenhum comentário:

Postar um comentário