Início Fotos Orkut TV Blog Fale Conosco Cadastre-se

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Na Inglaterra, Mulher fica inclinada durante 10 semanas para não perder o bebê.



Depois de sofrer dois abortos, Donna Kelly, grávida de cinco meses, estava preocupada com a possibilidade de perder outro bebê. Os médicos do Hospital Universitário de Coventry, na Inglaterra, disseram a ela que a gravidez era de alto risco e sugeriram uma solução drástica: que ela ficasse deitada em uma cama de hospital, de cabeça para baixo, pelo resto da gestação. Donna concordou de imediato, e permaneceu de repouso na posição por 10 semanas, 24 horas por dia, até dar à luz a pequena Amelia. Exames de ultrassonografia haviam mostrado que o bebê já estava muito baixo no útero de Donna, enfraquecido pela gestação do filho mais velho, Joshua. Para alterar a força da gravidade no colo do útero, os médicos a colocaram na cama inclinada em um ângulo de 45 graus, com os pés apontando para cima. A inglesa assistia à televisão, lia e fazia as refeições de cabeça para baixo. E só levantava para ir ao banheiro. -“Eu me senti mal nos primeiros dias, mas depois meu corpo se acostumou com a posição”, diz Donna. Donna deu à luz Amelia seis meses antes do esperado, com uma cesariana de emergência. A menina precisou ficar duas semanas na incubadora, no tratamento intensivo. As semanas deitada no hospital foram difíceis, mas Donna garante que valeu a pena. “Eu sabia que não era tão doloroso quanto perder o meu bebê”, enfatiza ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário