Início Fotos Orkut TV Blog Fale Conosco Cadastre-se

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Governo do Estado boicota Conferência Estadual sobre Emprego e Trabalho Decente no Rio.



A 1ª Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Decente (CEETD) foi aberta nesta quarta (14) no auditório do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Centro do Rio. Dirigentes de sindicatos e centrais sindicais compareceram em peso, com destaque para a CUT-RJ, que esteve representada pela maior parte da sua direção, além de diretores de sindicatos filiados e militantes de base.

Os sindicalistas e militantes de movimentos sociais, no entanto, reclamaram muito da falta de apoio por parte do governo estadual para que mais pessoas, sobretudo do interior, pudessem participar.

"Como a nossa militância de Angra dos Reis, Teresópolis, Campos, por exemplo, vai vir se o governo não garantiu transporte e hospedagem?", questionou o dirigente da CUT-RJ e membro da comissão organizadora da 1ª CEETD, Indalécio Wanderley. "Na verdade, este governo que já financiou vários eventos fez muito pouco para uma conferência que está discutindo importantes melhorias nas condições de trabalho e na qualidade de vida da população de nosso estado", completou.

Além dos problemas e o boicote do governo à conferência, os sindicalistas também tiveram que enfrentar, neste primeiro, as propostas retrógradas apresentadas pelo patrões e a conivência dos representantes do governo.

Por isso é muito importante que toda a militância cutista e dos movimentos sociais compareçam ao segundo e último dia da 1ª CEETD, nesta quinta-feira, a partir das 8h, no auditório do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na Av. Presidente Antonio Carlos, nº 251, 4º andar, Centro do Rio.

A programação da manhã começou com a abertura oficial, com participação do secretário de Estado de Trabalho e Renda, Sergio Zveiter, e de membros da comissão organizadora da 1ª CEETD e terminou com uma palestra sobre o panorama atual do Trabalho Decente, ministrada pelo coordenador do Programa de Trabalho Decente e Empregos Verdes da OIT, Paulo Sergio Muçouçah.

Na parte da tarde foi a vez dos participantes se dividirem em 4 grupos de trabalho, cujos temas foram: 1) Princípios e direitos; 2) Proteção social; 3) Trabalho e emprego; e 4) Fortalecimento dos atores tripartites e do diálogo social como instrumento da governabilidade democrática.

Para o dirigente da CUT-RJ, mesmo com todos os problemas enfrentados, a CUT-RJ e as centrais estão batalhando muito para que a 1ª CEETD tenha um bom resultado no final. "Nós contruímos a conferência desde o início e estamos apresentando nossas propostas. Jamais desistiremos de lutar por melhores condições de trabalho e vida para todos os trabalhadores", concluiu Indalécio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário