Início Fotos Orkut TV Blog Fale Conosco Cadastre-se

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Policial de UPP-Fallet é presa com duas armas com numeração raspada




A soldado da PM Dayana Moreira Lemos, de 26 anos, que era lotada na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Fallet-Fogueteiro, foi presa no fim da noite do último domingo, com duas armas com numeração raspada. Ela também está sendo acusada de falsificação de documentos. Dayana foi presa em Duque de Caxias, por policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Segundo informações da reportagem publicada no jornal "EXTRA" , os agentes do Bope saíam de uma operação em uma Favela do Complexo de comunidades da Mangueirinha quando, por volta das 23h30m, abordaram um carro nas proximidades. Dayana estava no veículo junto com um homem identificado como Ricardo Moreira da Costa, de 22 anos, que seria seu namorado.

Ao revistarem o carro, os PMs do Bope encontraram dois revólveres calibre 38 com numeração raspada, além de carimbos com CRM de médicos e documentos para dispensa médica com suspeitas de falsificação.

Também foram encontrados uma pistola Taurus calibre 380 — em nome de Dayana —, além de um par de algemas e uma touca ninja.

O caso foi registrado na 62ª DP (Imbariê). A assessoria de imprensa do Comando de Polícia Pacificadora (CPP) informou que Dayana está presa na ala feminina do Batalhão Especial Prisional (BEP), em Benfica.

Ricardo foi levado para uma cadeia comum. Foi aberto um inquérito policial militar para apurar o caso. Dayana é uma policial recém formada pela Academia da PM, e estava lotada na UPP do Fallet-Fogueteiro há cerca de um mês. A soldado pode ser expulsa da PM, segundo a assessoria de imprensa do CPP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário