Início Fotos Orkut TV Blog Fale Conosco Cadastre-se

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Policia Federal prende acusado de chefiar máfia israelense durante operação.



A Polícia Federal (PF) realiza na manhã desta sexta-feira megaoperação para desarticular organização criminosa transnacional formada por integrantes da máfia israelense, que no Brasil atuava na exploração de máquinas caça-níqueis e jogo do bicho, entre outros crimes. A ação, batizada de "Black Ops", é realizada no Rio e em outros 14 estados.

A PF já prendeu um policial militar, em Realengo, acusado de manter ligações com contraventores. Um homem israelense apontado como o braço internacional da quadrilha, responsável pela lavagem do dinheiro adquirido com a contravenção, foi preso num apartamento na Barra da Tijuca.

Dezenas de veículos importados são apreendidos pelos policiais em três concessionárias da Zona Oeste. Alguns clientes que compraram carros nessas revendedoras, inclusive, foram abordados por agentes no início da manhã e tiveram seus veículos apreendidos.

De acordo com a PF, os membros da máfia israelense integram uma grande organização conhecida como “Abergil Family” (Clã Albergil), que está envolvida em esquemas ilícitos em diversos países, como agiotagem, prostituição, jogo ilegal e tráfico de drogas.

Os agentes cumprem 23 mandados de prisão e 119 de busca e apreensão. Além disso será realizado bloqueio bens estimados no valor de R$50 milhões. Os policiais estiveram no bairro da Abolição, reduto do contraventor José Caruzzo Scafura, o Piruinha, que seria um dos alvos da ação. Um dos filhos dele também está sendo procurado.

A investigação contou com o apoio externo de agências de inteligência de Israel, da Inglaterra e dos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário